Centro de conhecimento Contacte-nos
overlay image

Quais são as novidades sobre os regulamentos dos pneus?

Etiquetagem de pneus da UE

A partir de maio de 2021, aplica-se o Regulamento (UE) 2020/740, alterando a forma como os pneus são etiquetados. Saiba mais sobre o significado da etiqueta do pneu e sobre o que há de novo na classificação de energia do pneu.

A Goodyear trabalhou em estreita colaboração com as instituições europeias na atualização da etiqueta dos pneus para promover a inovação no setor e ajudar os consumidores a tomarem decisões mais informadas sobre os pneus. Acreditamos que a nova etiqueta de pneus da UE permitirá aos consumidores obterem informações mais relevantes e comparáveis sobre os parâmetros dos pneus e permitirá aos utilizadores finais fazerem uma escolha informada ao adquirirem novos pneus. A nova etiqueta de pneus da UE também disponibiliza informações mais detalhadas online, facilitando uma escolha adequada aos consumidores e profissionais. Preparámos-lhe uma explicação mais detalhada sobre a etiqueta dos pneus que se encontra nas secções seguintes.

Etiqueta de pneus da UE: Descrição geral

As classes de eficiência e as etiquetas dos pneus da UE foram redesenhadas e ligeiramente alteradas devido à criação de uma nova escala. A etiqueta padrão anterior apenas apresentava as classes de pneus no que se referia à resistência ao rolamento, à aderência em piso molhado e ao ruído de rolamento externo. A nova etiqueta de pneus da UE contém informações adicionais sobre o desempenho dos pneus em condições climáticas de neve e gelo. A escala das classes de etiquetas para a aderência em piso molhado e para a resistência ao rolamento inclui agora 5 em vez de 7 classes, designadas com letras de A a E. 

Eficiência de combustível

Sabia que os pneus representam até 20% do consumo de combustível do seu veículo? A escolha de pneus com uma classificação de eficiência de combustível elevada irá proporcionar-lhe mais quilómetros por cada depósito e menos emissões de CO2. Dependendo da resistência ao rolamento do pneu, a eficiência de combustível irá variar entre a classe A, que indica a melhor economia de combustível, e a classe E, que proporciona a pior economia de combustível. Entre cada classe, o consumo de combustível aumenta aproximadamente 0,1 litros por cada 100 km conduzidos. Em termos simples, os pneus eficientes em termos de combustível precisam de menos energia para rolar. Em última análise, isto traduz-se numa menor utilização de combustível e também numa redução do seu impacto ambiental!

Classificação da aderência em piso molhado

"Aderência em piso molhado" corresponde à capacidade do pneu em aderir à estrada em condições de piso molhado. A classificação da UE centra-se apenas num aspeto da aderência em piso molhado: o desempenho de travagem do pneu em piso molhado. O desempenho é classificado entre classe A e classe E. Os pneus com uma classificação de aderência em piso molhado alta irão parar mais rapidamente em estradas com piso molhado quando os travões forem totalmente aplicados. Numa situação de emergência, alguns metros podem fazer toda a diferença.

Nota: As distâncias de travagem recomendadas devem ser sempre respeitadas durante a condução.

*Quando medido de acordo com os métodos de teste definidos no Regulamento CE 1222/2009. As distâncias de travagem podem variar de acordo com as condições de condução e outros fatores de influência.

Classificação de ruído

As classificações de pneus da UE também consideram o ruído exterior gerado por um pneu durante a condução. A escolha de pneus com uma boa classificação de ruído pode reduzir o impacto da sua condução sobre o ambiente circundante. O nível de ruído é classificado nas classes A, B ou C. O ruído de rolamento do pneu é medido em decibéis e o número exato é apresentado na parte inferior da etiqueta. Os pneus com um baixo nível de ruído apresentam entre 67 e 71 dB. O nível mais elevado representa ondas sonoras entre 72 e 77 dB. Um aumento de apenas alguns decibéis representa uma grande diferença nos níveis de ruído. De facto, uma diferença de 3 dB duplica a quantidade de ruído externo que um pneu produz.

Uma explicação da nova etiqueta de pneu da UE

Existem algumas informações reformuladas na versão atualizada da etiqueta de pneus da UE. Este é o novo design da etiqueta de pneus da UE, explicado de forma resumida:

 

 

O código QR:

A inclusão de um código QR permite um acesso fácil aos detalhes do produto na parte pública da base de dados de produtos da UE. É possível ler o código para aceder às fichas de informações do produto e às etiquetas de pneus europeias.

 

O identificador do tipo de pneu:

Cada tipo de pneu tem de ser identificado através de uma designação de pneu única.

 

O ícone de pneu para neve:

Existem duas novas opções para a inclusão de um ícone adicional. O ícone de pneu para neve indica se um pneu é adequado para condições de neve intensa. Inclui um símbolo de um floco de neve numa montanha com três picos (3PMSF) incorporado na parede lateral dos pneus relevantes. O pictograma é atribuído medindo a distância de travagem de um automóvel a circular a 40 km/h sobre neve compacta ou medindo a força de tração de um pneu. Para um camião, o pictograma é atribuído medindo o desempenho de aceleração de um pneu. O desempenho da aderência em neve, em geral, é testado em conformidade com o anexo 7 do Regulamento n.º 117 da Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa. O regulamento descreve em pormenor determinados fatores, como a superfície de teste, a temperatura do ar, o veículo do teste, a carga, a pressão, a velocidade e muito mais.

 

O ícone de pneu para gelo:

O segundo novo ícone inclui um símbolo de uma estalagmite de gelo e indica que um pneu permite uma distância de travagem mais curta em estradas cobertas de gelo no inverno. As informações sobre o desempenho da aderência ao gelo basear-se-ão na norma ISO (ISO 19447), que deverá ser publicada em julho de 2021. No caso de pneus que cumpram os requisitos técnicos, o pictograma de aderência ao gelo será incluído na nova etiqueta de pneu da UE de um pneu C1 (pneu para veículo de passageiros), que satisfaz os valores mínimos do índice de aderência ao gelo definidos na norma ISO. O pictograma é atribuído medindo a distância de travagem de um automóvel a circular a 20 km/h sobre gelo puro. As normas para pneus C2 e C3 ainda não foram definidas.

Veja os nossos pneus

A Goodyear apoia totalmente estas revisões ao regulamento relativo à etiquetagem dos pneus e tem o prazer de disponibilizar aos seus clientes informações mais relevantes sobre os parâmetros dos pneus aquando da respetiva compra. Acreditamos vivamente que a nossa missão é a de promover pneus que proporcionem a melhor segurança aos consumidores, que permitam economizar combustível e que defendam a proteção ambiental em toda a indústria de pneus. Os nossos especialistas terão todo o prazer em prestar conselhos sobre os pneus mais adequados para o seu automóvel e para as suas necessidades!

Resumo das alterações

  • Redução dos níveis de classificação: A eficiência de combustível e a aderência em piso molhado estão agora classificadas em 5 níveis (de A a E) em vez de 7
  • Classificação do ruído de rolamento externo entre A (nível de ruído mais baixo) e C (nível de ruído mais alto)
  • A nova etiqueta de pneus da UE inclui um código QR que pode ser lido para se obter acesso aos detalhes do produto
  • Cada pneu deve apresentar um identificador exclusivo
  • O novo ícone de pneu para neve indica se um pneu é adequado para condições de neve intensa
  • O novo ícone de aderência ao gelo indica se um pneu C1 (pneu para veículos de passageiros) cumpre os valores mínimos do índice de aderência ao gelo definidos na nova norma ISO 19447

PERGUNTAS FREQUENTES

Introduzida em 2012, a etiqueta do pneu fornece aos consumidores de toda a Europa informações essenciais sobre a eficiência de combustível, a segurança e o ruído, detalhando a resistência ao rolamento, a aderência em pavimento molhado e o ruído de rolamento externo do pneu. Ao utilizar esta escala comum, o objetivo da etiqueta de pneus da UE é facilitar aos consumidores a escolha informada aquando da compra de novos pneus. A etiqueta de pneus revista entrou em vigor a 1 de maio de 2021.

Com a revisão do regulamento relativo à etiquetagem dos pneus, a Comissão Europeia pretende aumentar a segurança, bem como a eficiência económica e ambiental do transporte rodoviário, promovendo pneus seguros, eficientes em termos de combustível e com baixos níveis de ruído. A nova etiqueta também inclui novas informações para consumidores que indicam se um pneu é adequado para utilização em condições de neve intensa ou em condições de gelo extremas.

A Goodyear apoia revisões do regulamento relativo à etiquetagem dos pneus e está empenhada em cumprir todas as obrigações relativas à sua implementação. Acreditamos que a nova etiqueta de pneus da UE permitirá aos consumidores obterem informações mais relevantes e comparáveis sobre os parâmetros dos pneus e permitirá aos utilizadores finais fazerem uma escolha informada ao adquirirem novos pneus.  Também ajudará a promover pneus que proporcionam o melhor desempenho em termos de segurança e ambiente. Além disso, a base de dados europeia de produtos para a etiquetagem energética (EPREL), com registos de todos os pneus disponíveis na UE, contribuirá para melhorar o fluxo de informação entre os fabricantes de pneus e as autoridades e, em última análise, para reforçar a vigilância do mercado.

O novo regulamento relativo à etiquetagem dos pneus é aplicável a partir de 1 de maio de 2021. Até lá, a etiqueta de pneus atual permanece em utilização.

O novo regulamento relativo às etiquetas dos pneus aplica-se apenas aos pneus para automóveis de passageiros novos (pneus C1), aos pneus para veículos comerciais ligeiros (pneus C2) e aos pneus para veículos pesados (pneus C3).

O novo regulamento relativo às etiquetas dos pneus aplica-se apenas aos pneus para automóveis de passageiros novos (pneus C1), aos pneus para veículos comerciais ligeiros (pneus C2) e aos pneus para veículos pesados (pneus C3). As seguintes categorias estão atualmente excluídas do âmbito de aplicação do novo regulamento: pneus recauchutados, pneus todo-o-terreno, pneus de competição, pneus com pregos, pneus de uso temporário, pneus concebidos para montagem em veículos registados pela primeira vez antes de 1 de outubro de 1990, pneus cuja categoria de velocidade seja inferior a 80 km/h, pneus cujo diâmetro nominal da jante não exceda 254 mm ou seja igual ou superior a 635 mm.

  • O novo regulamento também se aplica aos pneus de camião, pelo que inclui pneus das classes C1 (pneus de automóveis de passageiros), C2 (pneus de veículos comerciais ligeiros) e C3 (pneus de veículos comerciais pesados).
  • Ao abrigo do novo regulamento, para além da etiqueta padrão (resistência ao rolamento, aderência em piso molhado e ruído de rolamento externo), existem também opções para incluir um ícone que indica se um pneu é adequado para condições de neve extremas e outro ícone novo para aderência em gelo. Os pneus adequados para condições de neve intensa apresentam o símbolo de floco de neve e montanha de três picos (3PMSF) que se encontra na parede lateral desses pneus. Os pneus C1 (veículo de passageiros) que cumpram os requisitos da próxima norma ISO para desempenho no gelo terão um novo símbolo que representa uma estalagmite de gelo.
  • Foi implementada uma pequena alteração relativamente às classes de etiquetas para resistência ao rolamento e aderência em piso molhado: as classes atuais vazias ou não ocupadas dos pneus C1 e C2 foram preenchidas e as classes de etiquetas redundantes (que já não são permitidas de acordo com os valores limite) foram eliminadas para formar uma nova escala com apenas 5 classes (A a E).
  • Na parte inferior, a classe de ruído (A, B ou C) será sempre indicada para além do valor do nível de ruído externo em decibéis.
  • Nos termos do novo regulamento, as etiquetas dos pneus também têm de incluir o nome do respetivo fabricante, bem como um identificador único, o identificador do tipo de pneu.
  • Por último, a etiqueta do pneu terá de incluir o código QR, que se destina a estabelecer diretamente ligação à base de dados europeia de produtos para etiquetagem energética (EPREL).

Todos os pneus C1, C2 e C3 produzidos a partir de 1 de maio de 2021 e necessariamente colocados no mercado após esta data devem conter a nova etiqueta. No entanto, os revendedores não têm obrigação de etiquetarem novamente os pneus que estão em stock após 1 de maio, caso estes pneus tenham sido colocados no mercado antes dessa data, ou seja, antes de o novo regulamento relativo às etiquetas dos pneus entrar em vigor. Por outras palavras, os pneus colocados no mercado antes de 1 de maio podem permanecer com a etiqueta antiga até serem vendidos. Por conseguinte, tanto a etiqueta antiga como a nova podem ser encontradas nos pneus nos pontos de venda, mesmo após 1 de maio de 2021, dependendo da data de colocação destes pneus no mercado.

Os fabricantes de pneus podem optar por colocar um autocolante no piso do pneu ou incluir uma etiqueta impressa com cada entrega de lote de pneus idênticos ao revendedor. A Goodyear assegurará que todos os pneus entregues aos revendedores incluirão autocolantes com a etiqueta. Para todos os pneus, as informações da etiqueta também devem ser incluídas nas páginas web do fabricante, brochuras e documentação técnica promocional dada ao comprador. Os fabricantes de pneus devem também introduzir as informações exigidas pelo novo regulamento relativo às etiquetas de pneus na base de dados de produtos (EPREL) antes de colocarem um pneu no mercado a partir de 1 de maio de 2021.

A EPREL é a base de dados europeia de produtos para a etiquetagem energética, criada para fornecer aos consumidores informações importantes sobre eficiência energética. O seu objetivo é reforçar as atividades de vigilância do mercado e a aplicação da legislação na UE.  Os fornecedores (fabricantes, importadores ou representantes autorizados) de produtos abrangidos pelos regulamentos da UE em matéria de etiquetagem energética (por exemplo, eletrodomésticos) estão obrigados por lei a carregar as informações dos seus produtos na base de dados antes de os colocarem no mercado da UE.  De acordo com o novo regulamento relativo às etiquetas de pneus, os fabricantes de pneus também terão de introduzir as informações na base de dados dos produtos antes de colocarem um pneu no mercado da UE a partir de 1 de maio de 2021.

A etiqueta fornece informações básicas sobre três aspetos essenciais do desempenho de um pneu (eficiência de combustível, aderência em piso molhado e ruído de rolamento externo) para ajudar os consumidores a fazer uma escolha informada. No entanto, a etiqueta não abrange todos os parâmetros relacionados com o desempenho geral de um pneu. Por comparação, os inquéritos independentes efetuados por revistas automóveis abrangem, em média, quinze aspetos de desempenho dos pneus, enquanto a Goodyear analisa mais de cinquenta critérios, incluindo resistência à aquaplanagem, condução em piso seco, travagem em piso seco, estabilidade a alta velocidade, quilometragem e muito mais. Por conseguinte, a etiqueta não pode substituir os testes de qualidade realizados por laboratórios especializados ou as informações fornecidas por fabricantes e outros, que utilizam uma gama mais ampla de critérios para avaliar o desempenho dos pneus.

PERGUNTAS FREQUENTES

  1. O que é uma etiqueta de pneus?

    Introduzida em 2012, a etiqueta do pneu fornece aos consumidores de toda a Europa informações essenciais sobre a eficiência de combustível, a segurança e o ruído, detalhando a resistência ao rolamento, a aderência em pavimento molhado e o ruído de rolamento externo do pneu. Ao utilizar esta escala comum, o objetivo da etiqueta de pneus da UE é facilitar aos consumidores a escolha informada aquando da compra de novos pneus. A etiqueta de pneus revista entrou em vigor a 1 de maio de 2021.

  2. Por que motivo está a Comissão Europeia a alterar a etiqueta de pneus existente?

    Com a revisão do regulamento relativo à etiquetagem dos pneus, a Comissão Europeia pretende aumentar a segurança, bem como a eficiência económica e ambiental do transporte rodoviário, promovendo pneus seguros, eficientes em termos de combustível e com baixos níveis de ruído. A nova etiqueta também inclui novas informações para consumidores que indicam se um pneu é adequado para utilização em condições de neve intensa ou em condições de gelo extremas.

  3. Qual é a posição da Goodyear sobre o regulamento relativo à etiquetagem dos pneus revisto?

    A Goodyear apoia revisões do regulamento relativo à etiquetagem dos pneus e está empenhada em cumprir todas as obrigações relativas à sua implementação. Acreditamos que a nova etiqueta de pneus da UE permitirá aos consumidores obterem informações mais relevantes e comparáveis sobre os parâmetros dos pneus e permitirá aos utilizadores finais fazerem uma escolha informada ao adquirirem novos pneus.  Também ajudará a promover pneus que proporcionam o melhor desempenho em termos de segurança e ambiente. Além disso, a base de dados europeia de produtos para a etiquetagem energética (EPREL), com registos de todos os pneus disponíveis na UE, contribuirá para melhorar o fluxo de informação entre os fabricantes de pneus e as autoridades e, em última análise, para reforçar a vigilância do mercado.

  4. Quando é que a nova etiqueta de pneus da UE entra em vigor?

    O novo regulamento relativo à etiquetagem dos pneus é aplicável a partir de 1 de maio de 2021. Até lá, a etiqueta de pneus atual permanece em utilização.

  5. Todos os pneus estão abrangidos pelo novo regulamento relativo às etiquetas dos pneus?

    O novo regulamento relativo às etiquetas dos pneus aplica-se apenas aos pneus para automóveis de passageiros novos (pneus C1), aos pneus para veículos comerciais ligeiros (pneus C2) e aos pneus para veículos pesados (pneus C3).

  6. Que pneus estão excluídos do novo regulamento relativo às etiquetas dos pneus?

    O novo regulamento relativo às etiquetas dos pneus aplica-se apenas aos pneus para automóveis de passageiros novos (pneus C1), aos pneus para veículos comerciais ligeiros (pneus C2) e aos pneus para veículos pesados (pneus C3). As seguintes categorias estão atualmente excluídas do âmbito de aplicação do novo regulamento: pneus recauchutados, pneus todo-o-terreno, pneus de competição, pneus com pregos, pneus de uso temporário, pneus concebidos para montagem em veículos registados pela primeira vez antes de 1 de outubro de 1990, pneus cuja categoria de velocidade seja inferior a 80 km/h, pneus cujo diâmetro nominal da jante não exceda 254 mm ou seja igual ou superior a 635 mm.

  7. O que muda na etiqueta de pneus da UE?

    • O novo regulamento também se aplica aos pneus de camião, pelo que inclui pneus das classes C1 (pneus de automóveis de passageiros), C2 (pneus de veículos comerciais ligeiros) e C3 (pneus de veículos comerciais pesados).
    • Ao abrigo do novo regulamento, para além da etiqueta padrão (resistência ao rolamento, aderência em piso molhado e ruído de rolamento externo), existem também opções para incluir um ícone que indica se um pneu é adequado para condições de neve extremas e outro ícone novo para aderência em gelo. Os pneus adequados para condições de neve intensa apresentam o símbolo de floco de neve e montanha de três picos (3PMSF) que se encontra na parede lateral desses pneus. Os pneus C1 (veículo de passageiros) que cumpram os requisitos da próxima norma ISO para desempenho no gelo terão um novo símbolo que representa uma estalagmite de gelo.
    • Foi implementada uma pequena alteração relativamente às classes de etiquetas para resistência ao rolamento e aderência em piso molhado: as classes atuais vazias ou não ocupadas dos pneus C1 e C2 foram preenchidas e as classes de etiquetas redundantes (que já não são permitidas de acordo com os valores limite) foram eliminadas para formar uma nova escala com apenas 5 classes (A a E).
    • Na parte inferior, a classe de ruído (A, B ou C) será sempre indicada para além do valor do nível de ruído externo em decibéis.
    • Nos termos do novo regulamento, as etiquetas dos pneus também têm de incluir o nome do respetivo fabricante, bem como um identificador único, o identificador do tipo de pneu.
    • Por último, a etiqueta do pneu terá de incluir o código QR, que se destina a estabelecer diretamente ligação à base de dados europeia de produtos para etiquetagem energética (EPREL).

  8. Os revendedores de pneus precisam de etiquetar novamente os pneus em stock que foram colocados no mercado antes de 1 de maio de 2021?

    Todos os pneus C1, C2 e C3 produzidos a partir de 1 de maio de 2021 e necessariamente colocados no mercado após esta data devem conter a nova etiqueta. No entanto, os revendedores não têm obrigação de etiquetarem novamente os pneus que estão em stock após 1 de maio, caso estes pneus tenham sido colocados no mercado antes dessa data, ou seja, antes de o novo regulamento relativo às etiquetas dos pneus entrar em vigor. Por outras palavras, os pneus colocados no mercado antes de 1 de maio podem permanecer com a etiqueta antiga até serem vendidos. Por conseguinte, tanto a etiqueta antiga como a nova podem ser encontradas nos pneus nos pontos de venda, mesmo após 1 de maio de 2021, dependendo da data de colocação destes pneus no mercado.

  9. Quais são as obrigações dos fabricantes de pneus em relação ao novo regulamento relativo a etiquetas de pneus?

    Os fabricantes de pneus podem optar por colocar um autocolante no piso do pneu ou incluir uma etiqueta impressa com cada entrega de lote de pneus idênticos ao revendedor. A Goodyear assegurará que todos os pneus entregues aos revendedores incluirão autocolantes com a etiqueta. Para todos os pneus, as informações da etiqueta também devem ser incluídas nas páginas web do fabricante, brochuras e documentação técnica promocional dada ao comprador. Os fabricantes de pneus devem também introduzir as informações exigidas pelo novo regulamento relativo às etiquetas de pneus na base de dados de produtos (EPREL) antes de colocarem um pneu no mercado a partir de 1 de maio de 2021.

  10. O que é a EPREL?

    A EPREL é a base de dados europeia de produtos para a etiquetagem energética, criada para fornecer aos consumidores informações importantes sobre eficiência energética. O seu objetivo é reforçar as atividades de vigilância do mercado e a aplicação da legislação na UE.  Os fornecedores (fabricantes, importadores ou representantes autorizados) de produtos abrangidos pelos regulamentos da UE em matéria de etiquetagem energética (por exemplo, eletrodomésticos) estão obrigados por lei a carregar as informações dos seus produtos na base de dados antes de os colocarem no mercado da UE.  De acordo com o novo regulamento relativo às etiquetas de pneus, os fabricantes de pneus também terão de introduzir as informações na base de dados dos produtos antes de colocarem um pneu no mercado da UE a partir de 1 de maio de 2021.

  11. A etiqueta de pneus fornece informações exaustivas sobre o desempenho dos pneus?

    A etiqueta fornece informações básicas sobre três aspetos essenciais do desempenho de um pneu (eficiência de combustível, aderência em piso molhado e ruído de rolamento externo) para ajudar os consumidores a fazer uma escolha informada. No entanto, a etiqueta não abrange todos os parâmetros relacionados com o desempenho geral de um pneu. Por comparação, os inquéritos independentes efetuados por revistas automóveis abrangem, em média, quinze aspetos de desempenho dos pneus, enquanto a Goodyear analisa mais de cinquenta critérios, incluindo resistência à aquaplanagem, condução em piso seco, travagem em piso seco, estabilidade a alta velocidade, quilometragem e muito mais. Por conseguinte, a etiqueta não pode substituir os testes de qualidade realizados por laboratórios especializados ou as informações fornecidas por fabricantes e outros, que utilizam uma gama mais ampla de critérios para avaliar o desempenho dos pneus.